Paróquia Nossa Senhora Mãe de Jesus
SEMANA SANTA 2014


“Renovação de nossas forças no maior mistério de entrega de nossa fé”





13 de abril: Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor 
9h Procissão de Ramos saindo da Praça da Delegacia de Polícia em frente ao Posto de Saúde até a Paróquia (Santa Missa).
14h Oração das Mil Ave-Marias.
19h Santa Missa.

14 de abril: Segunda-feira Santa
19h Via-Sacra.
20h Santa Missa.
21h Adoração ao Santíssimo Sacramento seguido da bênção solene. Tema: As sete dores de Nossa Senhora.

15 de abril: Terça-feira Santa
19h Via-Sacra
20h Santa Missa.
21h Adoração ao Santíssimo Sacramento seguido da bênção solene. Tema: A Meditação da Sagrada Face de Nosso Senhor.

16 de abril: Quarta-feira Santa
20h Missa do Crisma na Paróquia Santuário São Judas Tadeu

17 de abril: Quinta-feira Santa
20h Missa da Ceia do Senhor seguida da Adoração do Santíssimo Sacramento até às 24h.

18 de abril: Sexta-feira Santa da Paixão do Senhor: Dia de Jejum e abstinência e Coleta para os Lugares Santos.
8h às 14h Adoração ao Santíssimo Sacramento.
15h Celebração da Paixão do Senhor.
18h Procissão com Nosso Senhor Morto (Velas), apresentação do Teatro da Paixão, e, em seguida, o Ofício de Trevas com a meditação das sete palavras de Cristo.

19 de abril: Solene Vigília Pascal no Sábado Santo
18h Procissão da Ressurreição e Celebração da Solene Vigília Pascal (Velas).

20 de abril: Domingo de Páscoa
05h Santa Missa na Comunidade Nossa Senhora da Moradia (missa da manha)
10h Santa Missa (missa do dia)
19h Santa Missa (missa da noite)

OITAVA DA PÁSCOA – MISTÉRIOS GLORIOSOS

22 de abril: Terça-feira da Oitava da Páscoa
19h Santa Missa

23 de abril: Quarta-feira da Oitava da Páscoa
20h Santa Missa na Comunidade Nossa Senhora de Lourdes

24 de abril: Quinta-feira da Oitava da Páscoa
18h Adoração ao Santíssimo Sacramento e bênção solene
19h Santa Missa

25 de abril: Sexta-feira da Oitava da Páscoa
18h Adoração ao Santíssimo Sacramento e bênção solene
19h Santa Missa

26 de abril: Sábado da Oitava da Páscoa
10h Santa missa com crianças
17h Missa de ação de graças pelos serviços pastorais exercidos durante 7 anos como pároco e envio do Pe Luciano,sjs para a nova missão. (Despedida da Comunidade e dos paroquianos)

27 de abril: Domingo da Oitava da Páscoa: Domingo da Divina Misericórdia
8h Santa Missa
9h Comunidade Nossa Senhora da Moradia
10h Santa Missa com batizado
19h Santa Missa
 


___________________________________________________



Pe. José de Anchieta proclamado Santo
03 de abril de 2014

Hoje é um dia de festa! Manifesto, em nome da Arquidiocese de São Paulo, profunda
gratidão a Deus pela proclamação do bem-aventurado Padre José de Anchieta como
“santo”! Ad maiorem Dei gloriam – que tudo seja para a maior glória de Deus!
Este momento foi longamente esperado por esta Igreja que está em São Paulo. Grande
missionário, São José de Anchieta deu o testemunho de uma vida santa, já reconhecido
assim enquanto ainda vivia; por isso, logo após o seu falecimento, em 1597, foi aclamado
como “Apóstolo do Brasil!
Gratidão ao Papa Francisco, conhecedor da história de Anchieta e dos primeiros
missionários jesuítas no Brasil, que acolheu benevolamente o pedido da Igreja e, bem
depressa, deu o reconhecimento oficial a Anchieta como “santo”.
A Igreja, nesta Metrópole, deve seus inícios à obra evangelizadora de Anchieta e de seus
companheiros na missão de São Paulo de Piratininga. Desta missão, também nasceu a
própria cidade de São Paulo. São José de Anchieta significa muito para nós, em São Paulo,
e nos sentimos honrados com a sua canonização!
Seu exemplo - de jovem entusiasta por Cristo e pelo Evangelho, de homem santo, movido
pelo amor a Deus e aos irmãos, de missionário incansável, zeloso na transmissão da
alegria do Evangelho, de pacificador respeitoso das culturas dos povos originários do
Brasil, de educador, pai dos pobres e enfermos – continue a nos motivar e inspirar na
dedicação à missão. Somos continuadores do trabalho por ele iniciado. Que sua
intercessão e seu exemplo nos valham sempre! São José de Anchieta, rogai por nós!
                                                                                                  
Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo




___________________________________________________


 Nossa Senhora Mãe de Jesus,
Rogai por Nós.



           HISTÓRICO

 
O Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Ipiranga Dom Antonio Celso de Queiroz contou com a colaboração de uma equipe para acompanhar as obras da futura Igreja; pois, desde 1998, celebravam-se missas nos salões de festas dos prédios do Bairro Jardim Celeste. No dia 20/08/99 realizou-se a primeira missa Campal com a chegada da CRUZ, cuja celebração foi presidida por Dom Celso. Como gesto concreto do Jubileu de 2000, a Região Episcopal Ipiranga tomou a iniciativa de abrir uma conta corrente onde todas as paróquias da Região poderiam contribuir para a construção desde novembro de 1998 até maio de 2001.
 O nome da futura paróquia que foi anunciado em 21 de fevereiro de 1999 por Dom Celso. A inauguração do salão de festa foi realizada no dia 13 de junho de 1999.  Foi idealizada a imagem da padroeira NOSSA SENHORA MÃE DE JESUS. A partir do dia 13 de maio de 2001 a imagem ficou exposta no Santuário São Judas Tadeu. E no dia 16 de setembro de 2001 houve o translado para a Paróquia com a celebração da missa presidida por Dom Celso. Em 26 de maio de 2002 ocorreu a ereção paroquial da Paróquia Nossa Senhora Mãe de Jesus com a celebração presidida por Dom Gil Antonio Moreira que nomeou o Pe Pedro Pereira dos Santos como primeiro pároco. Houve a coroação de Nossa Senhora Mãe de Jesus. Tivemos a felicidade de receber o Bispo Dom Gil em sua primeira visita paroquial no período de 29 de maio a primeiro de junho de dois mil e três. Em 2004, contou-se com a presença do Bispo Dom José Maria Pinheiro que presidiu a celebração da crisma. No ano de 2005, a Paróquia se despede do Pe. Pedro, e foi acompanhada durante esse mesmo ano pelo administrador paroquial chamado Pe. José Roberto Bettoni. Em 2006, Dom Tomé Ferreira dos Santos nomeou como vigário paroquial o Pe. Antônio Luciano de Lima que também exerceu seu ministério sacerdotal durante esse ano. E, no dia 05 de fevereiro de 2007, a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Jesus é entregue aos cuidados do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador (Salvistas), sendo indicado pelo Prior Geral do Instituto e nomeado pelo Bispo Dom Tomé o segundo pároco chamado Pe. Luciano Resende Caixeta,sjs que  contou com a colaboração do Pe. Francisco de Assis Oliveira do Santíssimo Sacramentos,sjs como vigário paroquial.

FRATERNIDADE JESUS SALVADOR (SAVISTAS)
A Fraternidade Jesus Salvador, foi fundada no dia 17 de setembro de 1994, com sede na diocese de Santo Amaro. A Fraternidade possui três ramos: o Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador composto por padres e irmãos, o Instituto Missionário Servas de Jesus Salvador composto pelas irmãs salvistas, e a Ordem Terceira que são fiéis leigos casados ou solteiros (as) que partilham da nossa espiritualidade. Temos a juventude salvista que é um movimento de jovens que evangelizam conosco.
No dia 05 de fevereiro de 2007, o Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador assumiu na pessoa do pároco Pe. Luciano, que contou com a ajuda de seus irmãos: Pe. Francisco(em outra missão), Pe. Wendel, Pe. Osmar(em outra missão) e Pe. Myguel. O nosso carisma é o LOUVOR DE DEUS sob todas as suas formas, a litúrgica em primeiro lugar e como conseqüência desse Louvor, a busca da santificação pessoal e comunitária. Nossa espiritualidade é carismática, isto é, os dons carismáticos colocados em prática para evangelizar, salvar e santificar a humanidade. E o nosso agir missionário acontece sempre dentro do nosso carisma e espiritualidade, a partir dos dons, talentos naturais e inclinações de cada um. O lema dos salvistas é: “No mínimo, devemos dar a Deus o máximo”.
   
Autor:  Pe. Luciano, SJS 





Horários de Missas

3ª, 5ª e 6ª Feira às 19h - 3ªFeira às 20h - Grupo de Oração.
Sábado às 10h - Missa com crianças.
Sábado às 17h - Missa por Cura e Libertação
Domingo às 8h / 10h
e às 19h - Missa com Jovens.

Horário da secretaria

Segunda à Sexta-Feira das 9h às 12h e 14:30 às 18h
Rua: Adriano Racine, 15 - Jardim Celeste - São Paulo
Tel: (11) 2334-1754 - e-mail: pnsmj@hotmail.com



Comunidades

  • Comunidade Nossa Sra da Moradia 
Santa Missa: Domingo às 9h.
Rua Menino do Engenho, 826 Jardim São Savério
Cep.04194-350   São Paulo-SP
Resp.: Aparecido Manoel dos Santos


  • Comunidade  Nossa Senhora de Lourdes 
Santa Missa: 4ª feira às 20h
Rua Quincas Borba, 60 – Jardim São Savério
Cep.04194-320    São Paulo-SP

_______________________________________________





ESCLARECIMENTO
dos bispos da província eclesiástica de São Paulo
aos fiéis da Igreja Católica Apostólica Romana


A Igreja Católica Apostólica Romana, fiel e perseverante na transmissão da fé recebida
dos Apóstolos, está unida ao Papa, sucessor do Apóstolo Pedro, e aos bispos em comunhão
com ele. Os fiéis católicos apostólicos romanos reúnem-se também em torno dos padres e
diáconos, que estão em comunhão com os bispos e foram por eles legitimamente ordenados
para os respectivos ministérios.


Atualmente, várias Igrejas e Comunidades Cristãs,não unidas ao Papa e aos bispos em comunhão com ele, apresentam-se como “católicas”, “católicas apostólicas”, “católicas
carismáticas”, “católicas renovadas”, “católicas apostólicas ortodoxas”, “católicas apostólicas
brasileiras”. Diversas pessoas e iniciativas religiosas são apresentadas como “católicas”,
utilizando os mesmos sinais já tradicionais da nossa identidade católica apostólica romana
(nomes, títulos, vestes clericais e litúrgicas, símbolos, textos litúrgicos...).

Esta falta de clareza no âmbito das organizações religiosas ditas “católicas” é motivo
de perplexidade, confusão e desorientação para os fiéis a nós confiados, podendo causar dano
à sua fé. Cumprindo nossa grave responsabilidade de, em nome de Jesus Cristo, Bom Pastor,
cuidar das ovelhas do seu rebanho, conduzindo-as pelos caminhos do Evangelho e
defendendo-as contra todos os perigos e enganos, vimos esclarecer e chamar a atenção para o
que segue:

1. Somente representam legitimamente a Igreja Católica Apostólica Romana os bispos
que estão em comunhão com o Papa e os sacerdotes e diáconos em comunhão com esses
bispos católicos apostólicos romanos. Dioceses, eparquias, exarcados, paróquias e
santuários da Igreja Católica Apostólica Romana são somente aquelas e aqueles que
estão sob a responsabilidade de tais bispos, sacerdotes e diáconos;

2. É direito dos fiéis católicos apostólicos romanos e de qualquer outra pessoa, obter
informações certas sobre a identidade religiosa das pessoas que representam qualquer
religião, igreja ou grupo religioso; o exercício da liberdade religiosa só é possível
mediante essa clara identificação;

3. Os fiéis católicos apostólicos romanos, que necessitarem de informações sobre a
legitimidade dos seus representantes hierárquicos, podem obtê-las através dos padres e
diáconos das paróquias católicas romanas conhecidas, ou através das cúrias das
respectivas dioceses.

4. Recomendamos aos nossos sacerdotes e diáconos que tenham sempre consigo o
documento de identidade sacerdotal ou diaconal, assinado pelo bispo da própria
diocese ou, no caso do clero religioso, pelo seu superior provincial;

5. Esclarecemos aos fiéis católicos apostólicos romanos e a quem interessar possa, que
nossa Igreja não realiza, a não ser em casos especiais, batizados, casamentos e crismas
fora das igrejas e espaços normalmente destinados ao culto e às celebrações sagradas,
como, por exemplo, chácaras, buffets e outros locais;

6.Desaprovamos toda forma de simulação dos Sacramentos da Igreja Católica
Apostólica Romana, bem como a exploração comercial, como fonte de lucro, da


religião e da boa fé do povo; afirmamos que, ao nosso entender, isso é um grave desvio
da natureza e da finalidade da religião e desrespeita profundamente a Deus e ao
próximo;

7. Estimulamos a todos os nossos fiéis a se manterem firmes na fé da Igreja, recebida dos
Apóstolos e testemunhada pelos santos e mártires ao longo da história; estejam unidos
aos seus legítimos bispos e sacerdotes, colaborando com eles na vida e na missão da
Igreja; freqüentem as comunidades de fé e caminhem com elas, nas paróquias e outras
organizações da Igreja, e busquem todos conhecer mais profundamente o rico
patrimônio da fé e da vida cristã, que a Igreja Católica Apostólica Romana preserva e
transmite com fidelidade, de geração em geração.
Assinam os bispos das dioceses católicas apostólicas romanas da província eclesiástica de
São Paulo.

Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo
Dom Tomé Ferreira da Silva, bispo auxiliar de São Paulo
Dom Tarcísio Scaramussa, bispo auxiliar de São Paulo
Dom Edmar Peron, bispo auxiliar de São Paulo
Dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar de São Paulo
Dom Júlio Endi Akamine, bispo auxiliar de São Paulo


Dom Ercílio Turco, bispo de Osasco

Dom Fernando Antônio Figueiredo, bispo de Santo Amaro

Dom Nelson Westrupp, bispo de Santo André

Dom Jacyr Francisco Braido, bispo de Santos

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, administrador apostólico de Guarulhos

Dom Joaquim Justino Carreira, bispo nomeado de Guarulhos

Dom Luiz Antônio Guedes, bispo de Campo Limpo

Dom Airton José dos Santos, bispo de Mogi das Cruzes

Dom Manuel Parrado Carral, bispo de São Miguel Paulista

Dom Vartan Waldir Boghossian, bispo do exarcado armênio, para os católicos
apostólicos romanos de rito armênio residentes no Brasil

Dom Farès Maakaroun, bispo da eparquia Nossa Senhora do Paraíso, dos católicos
apostólicos romanos de rito greco-melquita

Dom Edgard Madi, bispo da eparquia Nossa Senhora do Líbano, dos católicos
apostólicos romanos de rito maronita.

São Paulo, na festa do Apóstolo Santo André, 30 de novembro de 2011